Prevenindo o excesso de peso

Prevenindo o excesso de peso

Tome cuidado!

O gato deve regular a quantidade de alimento ingerida de acordo com sua necessidade. No entanto, de 25 a 40% dos gatos observados por veterinários, dependendo do país, demonstram sinais de excesso de peso. É aconselhado que você seja vigilante e ofereça um alimento da linha Nutrição Saúde que forneça um teor energético moderado.

O excesso de peso dos gatos domésticos é uma preocupação cada vez maior.
Vários fatores podem explicar isto: o gato se tornou um animal urbano, esterilizado, com acesso limitado ao exterior, o que resulta na mudança de suas necessidades energéticas. Enquanto um gato outdoor (que tem acesso ao ambiente externo) de 4 kg requer cerca de 300 kcal/ dia, um gato com estilo de vida indoor (que vive essencialmente em um ambiente interno) requer apenas 200 kcal/ dia, isto é, um terço a menos. Além do mais, um gato sedentário que tem acesso a uma quantidade maior de alimento que deveria e com alto teor de gordura e energia não é capaz de regular seu consumo.
Além da beleza, é a saúde do gato que corre o risco de ser afetada. O excesso de peso é realmente o primeiro sinal de obesidade e a obesidade está associada a muitas outras doenças: diabetes, cálculos renais, dor nas articulações, problemas de pele, respiratório e cardíacos...

Como avaliar o excesso de peso do gato?

Mesmo sem pesá-lo, indicadores de sua condição física podem ser notados apenas pela palpação e por uma observação cuidadosa.
As costelas não devem ser visíveis, mas facilmente palpáveis. Ao olhar o gato de perfil ou de cima, a cintura deve estar claramente marcada e a barriga não deve perder a firmeza. Se o abdômen parecer distendido e você tiver que apertar os dedos para tocar as costelas, é preciso reagir urgentemente!
De modo geral, o peso ideal é alcançado no fim do crescimento, entre 8 e 12 meses de idade, para a maioria dos gatos. Este peso é bastante útil, pois serve de ponto de referência para o resto da vida do animal e, portanto, você deve se esforçar para mantê-los no peso ideal, qualquer que seja o estilo de vida do gato.

Os fatores de predisposição

A incidência de excesso de peso é muito mais alta em gatos sedentários quando comparados aos gatos ativos. Um gato bem alimentado com acesso ao ar livre pode caçar por pelo menos quatro horas por dia. Então, pode-se entender o quanto é necessário  para um gato indoor poder colocar para fora os comportamentos naturais ligados a seu instinto de caça: brincar, subir, saltar...
O tédio é um dos melhores amigos do excesso de peso! Uma árvore de gato, brinquedos e a atenção cotidiana combinados a um alimento da linha Nutrição Saúde adequada ao estilo de vida do animal fornece uma boa resposta contra o ganho de excesso de peso. Quanto às "guloseimas," estas devem ser simplesmente proibidas, a menos que atendam as necessidades nutricionais do gato e sejam integradas ao total de ingestão diária.
O estilo de vida indoor muitas vezes está associado à esterilização. O gato pode aumentar rapidamente a quantidade de alimento consumido ao dia em 20%, embora sua necessidade energética reduza em cerca de 30%, elevando, assim, o risco de engordar. A monitoração do peso combinada a um alimento da linha Nutrição Saúde adequado aos novos requerimentos nutricionais do gato esterilizado ajuda a manter o animal em seu peso ideal.

  • facebook
  • youtube
  • instagram