Alimentando bem seu filhote - Royal Canin

Crescimento, fase decisiva

Alimentando bem seu filhote

Uma dieta apropriada

Uma vez que o crescimento do filhote é muito rápido, ele deve receber um alimento específico que atenda a todos os requisitos essenciais necessários para auxiliar no suporte às defesas naturais,  promover o desenvolvimento neurossensorial adequado e facilitar o crescimento ósseo.

O filhote antes dos 4 meses de vida

Do nascimento, em que o recém-nascido é alimentado com o colostro da mãe, até  a 5ª semana de vida, o filhote deve receber o leite materno. Por volta da 7ª semana, o desmame o terá conduzido, pouco a pouco, até uma dieta sólida com tudo o que necessita. Mas acima de tudo, este é o período em que seu sistema imunológico começa a se desenvolver. O alimento que lhe é oferecido deve ser uma fórmula nutricional rica em energia, completa e balanceada com relação a proteínas, lipídios, carboidratos, minerais, vitaminas e deve se adequar a ele. Ainda que o gato seja um carnívoro estrito, sua dieta pode incluir grãos de alta qualidade que sejam digestíveis e não causem diarréia. Assim, a capacidade de digerir  grãos se desenvolve aos poucos no filhote. Os grãos contêm aminoácidos essenciais para o crescimento, no entanto necessita ser adicionado o aminoácido taurina, de origem animal, necessário à espécie felina.
O alimento também deve conter todos os minerais e vitaminas necessários para o desenvolvimento do esqueleto. Seu conteúdo pode ser enriquecido por inúmeros nutrientes capazes de auxiliar as defesas naturais e pelo EPA e DHA para o desenvolvimento adequado do sistema nervoso central. O importante é escolher um alimento Nutrição Saúde que atenda bem as necessidades nutricionais do filhote e observar atentamente a transição do alimento líquido para o sólido.

O filhote após os 4 meses de vida

Durante esse segundo estágio, a dieta do filhote, levando-se em consideração que ele ainda permanece frágil, deve continuar auxiliando as defesas naturais. Sua estrutura óssea se fortalece aos poucos e a massa muscular se desenvolve. As necessidades energéticas aumentam e permanecem importantes até  o 4° ou 5° mês, quando alcançam o máximo e, então, começam a diminuir gradualmente. Portanto, a dieta deve sempre satisfazer tais necessidades.
O filhote pode receber o mesmo alimento Nutrição Saúde para o segundo estágio de crescimento do 4° mês até o fim de seu crescimento, que se dá por volta de um ano. No entanto, a transição entre o alimento da primeira e da segunda fase deve durar alguns dias.
Para prevenir o excesso de peso, depois do sexto mês, deve-se controlar a quantidade total de comida disponibilizada ao filhote, uma vez que ele pode se mostrar um guloso. Pesar a quantidade ingerida diariamente acaba sendo a solução mais precisa: a quantidade de alimento a ser servido é mencionada na embalagem. Sempre disponibilize água fresca, trocada duas vezes ao dia, em um recipiente de vidro.

  • facebook
  • twitter
  • youtube