Alimentação adequada - Royal Canin

Crescimento, uma fase decisiva

Alimentação adequada

Uma dieta adequada a seu filhote

No cão, a etapa de crescimento é o período fisiológico mais importante de sua vida, mas também o mais rápido e intenso. É durante esse período que a morfologia do cão adulto e a harmonia de suas formas são determinadas e a alimentação desempenha um papel importante nessa construção.

A dieta durante o crescimento condiciona a saúde do cão no futuro. A plena satisfação das necessidades nutricionais do cachorrinho em crescimento possibilita assegurar esta etapa crucial em sua vida. Como regra geral, a dieta de um cachorrinho deve levar em conta, sem qualquer excesso ou deficiência, as características específicas da espécie canina, raça e a diversidade de tamanhos, além de sua capacidade de digerir os nutrientes de forma adequada. 

Dietas feitas sob medida conforme o tamanho

Ao que se refere à nutrição, o tamanho da raça é um elemento essencial. Aos três meses de idade, um filhote Fox Terrier pesa de 2 a 3 kg, enquanto um cachorrinho de raça gigante pesa aproximadamente vinte quilos: a diferença de tamanho é óbvia, especialmente no que se refere aos maxilares. Embora um alimento seco de crescimento seja o mais adequado para o filhote por causa de sua composição, um croquete de tamanho médio causará dificuldades de preensão para o primeiro e desperdício para o último. Portanto, é preciso escolher croquetes com tamanhos e texturas que sirvam os maxilares e dentição dos cachorrinhos de pequeno, médio e grande e gigante.

Além disso, as diferenças entre os tamanhos dos filhotes implicam em diferentes sensibilidades. Por exemplo, enquanto a alimentação em excesso acelera o crescimento de um cachorrinho de raça grande e o predispõe a sofrer de problemas osteoarticulares, em um cão pequeno, ela talvez estimule a condição de sobrepeso na vida adulta. Um nível de energia bem adaptado ao tamanho e as necessidades do filhote, além da adesão à quantidade de alimento ingerido possibilitam uma ação preventiva contra o ganho de peso em excesso.

Consumo de cálcio e fósforo

O consumo de cálcio e fósforo deve ser controlado com cuidado para prevenir sérios problemas ósseos. A deficiência em cálcio é o problema mais comum dos cachorrinhos alimentados apenas com carne ou alimento caseiro sem nenhum suplemento mineral. Junto com o excesso de vitamina D, essa deficiência é a causa das desordens de crescimento mais frequentes, resultantes do fornecimento de dietas inadequadas.

No entanto, o consumo de cálcio em excesso é igualmente perigoso para o filhote: nunca se deve adicionar cálcio a um alimento completo e balanceado para a fase de crescimento

Um alimento de crescimento Nutrição Saúde pode ser usado até o fim do crescimento, que difere de acordo com raças: 8 a 10 meses para raças pequenas, 12 meses para raças médias, 15 a 18 meses para raças grandes e 18 a 24 meses para raças gigantes. Seu consumo de nutrientes deve ser dosado de forma diferente a fim de prevenir qualquer excesso ou deficiência durante toda a fase de crescimento do animal.

Nutrientes de qualidade para todos

Qualquer que seja a raça, um filhote possui necessidades energéticas mais altas do que um cão adulto, pois necessita de energia para atender seus requisitos de manutenção, e também para formar os novos tecidos que o fazem crescer. Suas necessidades protéicas, minerais, vitaminas e outros importantes elementos são todos mais elevados quando comparados a um cão adulto. É por isso que o alimento de crescimento Nutrição Saúde fornece ao filhote um alto conteúdo de proteínas de alta qualidade. A ótima digestibilidade, que leva em conta a capacidade digestiva limitada do filhote, é obtida a partir de ingredientes de alta qualidade e de combinações de nutrientes que favorece o equilíbrio da microbiota (ou flora) intestinal.

A lacuna de imunidade

As defesas imunológicas do filhote dependem dos anticorpos passados pela mãe, essencialmente através do colostro absorvido entre as premeiras 48 horas após o nascimento. Entre a 4ª e 12ª semanas de vida, o índice de anticorpos de origem materna caem abaixo do limiar de proteção. Esse período crítico, chamado de "lacuna de imunidade", é um período arriscado no que se refere a infecções, pois o nível de anticorpos de origem materna são ainda alto o suficiente para inibir a reação das vacinas. As vacinas são realmente eficazes só depois de 12ª semana.  É também nesse período que o filhote está sujeito a muitos fatores de estresse que colocam seu sistema imunológico à prova. Dos canis em que são criados para a família adotiva, o seu ambiente muda: a chegada a um ambiente desconhecido força o filhote a se defender contra agentes potencialmente perigosos, no entanto ele ainda está muito vulnerável a infecções bacterianas e virais. Graças a adição de ingredientes de alta qualidade os alimentos Nutrição Saúde auxiliam no reforço as defesas naturais do filhote graças a um complexo patenteado de antioxidantes.

  • facebook
  • twitter
  • youtube