Proteínas

Tirosina e fenilalanina

A cor da pelagem depende da presença de feomelanina ( pigmentos amarelo a vermelho) e de eumelanina (marrom a preto). A produção desses pigmentos, requer a presença de tirosina e fenilalanina, dois aminoácidos aromáticos (assim chamados por causa de sua estrutura em forma de anel).

Uma falha no consumo destes aminoácidos em indivíduos escuros ou pretos provoca o avermelhamento dos pelos, o que já foi demonstrado em gatos. Estudos com filhotes da raça Terra Nova e Labrador pretos mostram que os níveis de fenilalanina e tirosina necessários para uma pigmentação ideal são o dobro dos requerimentos correspondentes ao crescimento. A suplementação de tirosina ainda ajuda a aumentar a intensidade da coloração dos pelos.

O que é?

A coloração do gato siamês (" colourpoint") se dá em virtude das propriedade da tirosinase, a principal enzima na produção da melanina. Nessa raça, a enzima só funciona sob uma temperatura relativamente baixa. Em áreas mais quentes, como os flancos, a barriga e as costas permanecem claras, enquanto as áreas mais frias como a cabeça, as patas e a cauda são coloridas.

Seu papel no organismo

Além de seu papel na pigmentação do pelo e da íris, a tirosina também é um percursor da dopamina, noradrenalina e da adrenalina. Essas moléculas estão envolvidas no funcionamento do cérebro e na função reprodutiva e, portanto, a suplementação de tirosina tem um efeito positivo sobre a fertilidade.

Fontes naturais

A tirosina pode ser fornecida diretamente pela alimentação ou ser sintetizada a partir da fenilalanina, um aminoácido essencial. O leite e produtos lácteos são excelentes fontes de tirosina. O arroz é a única fonte vegetal que contém quantidades expressivas desse aminoácido.

  • facebook
  • twitter
  • youtube